Aprender & Brincar

Santa Casa da Misericórdia da Amadora

A Santa Casa da Misericórdia da Amadora orgulha-se dos resultados que tem vindo a alcançar com o Programa Aprender & Brincar. Efectivamente, são 7 anos de intenso esforço em prol das famílias que, em alguns casos, sendo economicamente desfavorecidas, contam inteiramente com o apoio dado por este Programa aos seus filhos, mantendo-os em guarda, em horários compatíveis com o seu horário de trabalho.

O Programa Aprender & Brincar (A&B) surgiu no ano lectivo de 2002-2003 através de um protocolo estabelecido entre a Santa Casa da Misericórdia da Amadora e a Câmara Municipal da Amadora, com o objectivo de apoiar as escolas e as famílias, durante os horários não-lectivos dos alunos. Acresce que simultâneo com a actividade dos ATL, passou a incorporar o modelo de Escola a Tempo Inteiro, nas Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC). Desde então, que a lógica de intervenção do A&B consiste em planear bem para ganhar tempo e qualidade. Isto implica identificar os objectivos que se considera realistas e prioritários. A gestão e o planeamento das actividades responde a questões fundamentais dos diferentes públicos que enquadra. Neste sentido, a acção (o quê, como), a calendarização (quando), os recursos (com quê) e os públicos-alvo (quem), constituem uma maneira útil de planear actividades, estabelecendo um "modelo de acção" diferenciado em cada centro de ATL, porque se privilegia a diversidade dos públicos que abrange.

O ponto de partida do "modelo de acção" são inquestionavelmente os seus beneficiários finais - escolas/famílias/crianças - estabelecendo-se modelos de intervenção e fornecimento de serviços adequados à população. Contudo, o "modelo de acção" é orientado para a gestão - recursos humanos e físicos, pedagógicos, financeiros e económicos - do A&B. Deve ser realçado o esforço diário da Instituição, dos Serviços Administrativos e sobretudo dos Técnicos do A&B pela qualidade de serviço que têm demonstrado. Sete anos de trabalho neste Programa demonstram que o processo de avaliação de desempenho é fundamental para o progresso. Porque permite, aprender como podem funcionar melhor as coisas e possibilita melhorá-las, (esta é uma finalidade de gestão) e, por outro lado, conduz à responsabilização dos vários desempenhos. Esta dialéctica, permite incorporar, ao longo do processo, dados adquiridos válidos, com flexibilidade e de forma integrada, para conjuntamente estabelecer níveis de qualidade de serviço - objectivos, actividades, recursos, resultados.

Pode-se designar este "modelo de acção" como uma "Comunidade de Prática", modelo utilizado por variadas Instituições de sucesso para fazer face a obstáculos à acção. Neste caso, a dispersão existente no Concelho da Amadora e a grande diferenciação social, apresentavam-se como ameaças ultrapassadas através dos diferentes níveis de intervenção e de organização criados, que estão em alinhamento com uma prática uniforme de planeamento.

A organização do A&B divide-se em dois pólos de gestão e planeamento: os ATL e as AEC. Assim, este modelo tem o objectivo de conseguir orientar a prática de cada ATL e das AEC, seguindo modelos autónomos de intervenção (porque dependem dos beneficiários finais), onde a participação conjunta de todos e de cada um dos agentes, é importante quer na construção de um projecto formativo comum, quer no envolvimento e na incorporação de procedimentos uniformes. O "princípio básico orientador" da sua prática é tornar os espaços de ATL em locais lúdicos, com preocupações Sócio-Educativas de complemento ao processo educativo e formativo das crianças, desenvolvendo projectos e actividades numa abordagem holística da criança, tendo em conta o seu desenvolvimento a nível psicomotor, cognitivo e sócio-afectivo. Tem igualmente como preocupação, o estabelecer laços de proximidade entre a escola e a família, que se revelam fundamentais na definição dos percursos escolares.

O A&B está presente em 7 dos 10 Agrupamentos Escolas do Concelho da Amadora, com a gestão de 16 centros de ATL de 1ºCiclo e Jardim-de-infância e a respectiva dinamização de várias AEC - Expressões, Xadrez e Andebol e ao nível dos ATL Jardim de Infância alargou a sua oferta educativa nas áreas da Ginástica e do Movimento e Drama.

O A&B, no ano lectivo 2009-2010, está implantado nos seguintes equipamentos escolares:
- EB1 e JI Quinta Grande (Alfragide)
- EB1 e JI Vasco Martins Rebolo (Reboleira)
- EB1 e JI Alto do Moinho (Alfragide)
- EB1 e JI Orlando Gonçalves (Alfornelos)
- EB1 e JI de Alfragide
- JI de São Brás
- EB1 da Boba (Casal de São Brás)
- EB1 da Mina
- EB1 e JI da A-da-Beja
- JI da Brandoa II
- EB1 Aprígio Gomes (Mina)
- EB1 Cardoso Lopes (Mina)

A SCMA através do A&B é parceira desde 2005-2006, no Projecto Oportunidade Geração, a decorrer no bairro Casal da Boba, que numa primeira fase foi financiado pela Fundação Calouste de Gulbenkian e posteriormente pela iniciativa comunitária EQUAL. A inclusão do A&B nesta parceria permitiu por um lado aumentar a sua capacidade de apoiar mais crianças/famílias e, por outro lado, criar um conjunto de clubes temáticos desenvolvidos por Técnicos - Clube do Movimento e Drama, Clube das Artes, Clube da Investigação e uma Escolinha de Desporto. O seu "modelo de acção" foi considerado pela Fundação Calouste de Gulbenkian como um modelo de "boas práticas", a ser replicado e disseminado por outras organizações.

O A&B tem uma estrutura de 46 Técnicos e envolve um universo de 1228 crianças/utentes. Trabalha de forma complementar, com 92 Professores do Ensino Básico e Educadores de Infância.

Em síntese, a evolução do A&B tem vindo a ser constante desde o seu inicio em 2002-2003, apresentando todos os anos progressos qualitativos e quantitativos, quer nas suas acções quer nos seus beneficiários. Esta realidade provocou a necessidade de ajustamentos organizacionais de funcionamento, que possibilitasse uma gestão eficiente do Programa. Consequentemente, foram criadas coordenações locais - existe um responsável por cada centro de ATL - que são facilitadoras do trabalho de gestão da Valência. Desde a sua origem e até ao presente ano lectivo é de realçar uma evolução manifestamente positiva, que é demonstrada pela qualidade dos serviços prestados, pelo grau de satisfação dos beneficiários e pela criação de sinergias entre o A&B e a comunidade local. São disso exemplo, os acordos atípicos assinados com a Segurança Social, para três centros de ATL: EB1 da Boba; EB1 Alto do Moinho; EB1 A-da-Beja, bem como a continuidade no Projecto Oportunidade Geração. O trabalho desenvolvido é reconhecidamente elegível pela qualidade de todos aqueles que fazem parte desta Valência, que apesar de estar longe da sede, não deixa de seguir a missão universal da Instituição - Ser Misericórdia é Bem Servir.



Documentos

Quadro de Metas do Projecto Educativo



Projeto Educativo ATL JI Cerrado da Bica

Projeto Educativo ATL Aprígio Gomes

Projeto Educativo ATL Ricardo Alberty

Projeto Educativo ATL Alfragide

Projeto Educativo ATL Quinta Grande